Novos disparos de foguetes palestinos foram executados nesta terça-feira contra o sul de Israel, a poucos dias do fim da trégua de seis meses na área da Faixa de Gaza.

De acordo com uma fonte militar israelense, três foguetes caíram em um terreno baldio do sul do país, sem provocar vítimas ou danos materiais.

O braço armado do movimento radical Jihad Islâmica reivindicou os disparos de quatro foguetes, em represália pela morte de um de seus membros na Cisjordânia.

Tropas israelenses mataram nesta terça-feira um miliciano palestino durante uma operação ao norte da Cisjordânia.

De acordo com as fontes palestinas, Jihad Mawahda, 23 anos, foi ferido a tiros quando deixava um cibercafé em Al-Yamin, ao norte de Jenin.

Uma porta-voz do Exército israelense declarou que a vítima, um dirigente local da Jihad Islâmica, faleceu a caminho do hospital em uma ambulância militar israelense.

Na mesma operação, o Exército de Israel prendeu 22 palestinos que eram procurados pela justiça do país.

Os incidentes acontecem a poucos dias do fim da trégua de seis meses que entrou em vigor em 19 de junho, obtida com a mediação do Egipto entre o Estado hebreu e o movimento radical palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde junho de 2007.

rb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.