Palestinos de Gaza recebem permissão para peregrinar a Meca

Jerusalém, 17 jul (EFE).- Os palestinos residentes na Faixa de Gaza receberam, pela primeira vez em dois anos, permissões para viajar em peregrinação a Meca, informou hoje a imprensa palestina.

EFE |

Cerca de 2 mil pessoas tinham solicitado permissões e vistos para viajar à Arábia Saudita durante o mês do Ramadã, que começará em 22 de agosto, mas apenas 200 receberam no fim as autorizações pertinentes, informou o "Centro de Mídia Internacional do Oriente Médio" ("IMEMC", em inglês).

Os peregrinos sairão de Gaza através do terminal de Rafah, que liga o território palestino ao Egito, para ir depois à cidade onde nasceu o profeta Maomé.

Antes de iniciar o "Hajj" (peregrinação a Meca) os fiéis terão que fazer diversos preparativos, como assistir a cursos religiosos, confeccionar vestes brancas sem costuras e, no caso dos homens, deixar crescer o cabelo e a barba.

Os habitantes de Gaza enfrentam grandes dificuldades para realizar esta viagem, de cumprimento obrigatório para todo muçulmano em disposição de saúde e meios para fazê-la, desde que o movimento islâmico Hamas assumiu o controle desse território palestino, a que Israel reagiu impondo um ferrenho bloqueio.

No ano passado, foram as constantes disputas entre o Hamas e o Fatah (que governa na Cisjordânia) que impediram aos palestinos de Gaza realizar a peregrinação, um dos cinco preceitos do Islã, junto com a profissão de fé, a oração, o jejum e a esmola. EFE aca/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG