Palestinos arrecadam US$ 4,481 bi para reconstrução de Gaza

Sharm el-Sheikh (Egito), 2 mar (EFE).- A comunidade internacional se comprometeu hoje a doar US$ 4,481 bilhões aos palestinos para a reconstrução da Faixa de Gaza e de sua economia, anunciou o ministro de Assuntos Exteriores egípcio, Ahmed Aboul Gheit.

EFE |

A doação foi anunciada ao término de uma conferência que reuniu representantes de mais de 70 países em Sharm el-Sheikh, no Egito.

A ajuda financeira será entregue em um período de dois anos, anunciou Aboul Gheit, que estava acompanhado na entrevista coletiva pelo primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, e o ministro de Assuntos Exteriores norueguês, Jonas Gahr Store.

O comunicado final aprovado após a conferência, lido por Aboul Gheit, também pede a reabertura das fronteiras de Gaza, que estão bloqueadas desde que o Hamas tomou à força o controle do território palestino, em junho de 2007.

Os participantes também pediram aos diferentes grupos palestinos que intensifiquem seus diferentes grupos até conseguir uma reconciliação e superar todas as divisões que existem entre eles.

Além disso, expressaram a necessidade de acertar um cessar-fogo prolongado em Gaza que substitua a frágil trégua provisória que entrou em vigor no dia 18 de janeiro, e pediram também o reatamento das negociações de paz no Oriente Médio.

A conferência foi convocada para ajudar os palestinos após os ataques israelenses contra Gaza em dezembro e janeiro, que deixaram aproximadamente 1.400 mortos e destruíram grande parte da infraestrutura do território palestino.

Segundo a Autoridade Nacional Palestina (ANP), os ataques causaram danos calculados em US$ 1,9 bilhão, além da destruição de 75% dos campos de cultivo de 14% dos prédios.

O ministro norueguês disse que Israel também deve encarar suas responsabilidades pela destruição da infraestrutura em Gaza, e insistiu na necessidade de que exista um processo político que garanta a paz, para que o investido a partir de agora não seja destruído por outro conflito armado. EFE aj/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG