Um palestino morreu e dois israelenses, um civil e um militar, ficaram feridos na noite de quinta para sexta-feira em uma troca de tiros próximo da cidade de Kalkilya, no norte da Cisjordânia, informou uma fonte militar.

Os incidentes começaram quando "um civil israelense ficou ferido por disparos contra seu veículo", indicou um porta-voz militar.

"Uma unidade militar que chegou ao local para investigar o ocorrido foi alvejado por disparos que feriram um oficial. A unidade respondeu matando um palestino armado com uma pistola", acrescentou o porta-voz.

O civil israelense ficou levemente ferido, enquanto que o oficial sofreu ferimentos mais sérios, embora sua vida não esteja em perigo, indicou a fonte.

Segundo uma fonte de segurança palestina, o morto é um dirigente regional do movimento islâmico Hamas, Mahmud Asi, de 50 anos.

O Exército israelense deteve vinte pessoas, entre elas o filho do palestino morto, no povoado de Karawat Beni Hasan, no qual foi imposto o toque de recolher, segundo a mesma fonte.

ms/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.