Palestino é morto por disparos de soldados israelenses em controle militar

Jerusalém - Um palestino de Jerusalém Oriental morreu nesta terça-feira próximo de um controle militar israelense na Cisjordânia, atingido pelos disparos dos soldados que vigiavam o trânsito em uma zona ao oeste de Belém.

EFE |

Fontes militares disseram à EFE que o palestino chegou ao controle no começo da manhã com direção a Jerusalém e se deteve para apresentar seu cartão de identidade.

"Ao pedir para inspecionar o carro, o motorista arrancou e uma patrulha o perseguiu até um posto de gasolina próximo", explicou uma porta-voz do Exército.

"Os soldados seguiram o protocolo de detenção e pediram que ele parasse. Ao não fazê-lo, atiraram primeiro ao ar, depois às rodas e, ao ver que não parava, dispararam ao motorista", acrescentou a porta-voz.

O motorista, que não foi identificado, vivia em Jerusalém Oriental mas tinha um cartão de identidade israelense, o que lhe garantia o livre acesso ao território de Israel.

O exército israelense abriu uma investigação sobre o fato para esclarecer por que o motorista se negou à inspeção e se os soldados cumpriram as ordens pertinentes para este tipo de casos.

Leia mais sobre: Israel

    Leia tudo sobre: israeljerusalémpalestina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG