(Atualiza com identidade do atacante, contexto e declarações) Jerusalém, 5 mar (EFE).- Um palestino foi morto hoje a tiros pela Polícia, em Jerusalém, após atacar com uma escavadeira um ônibus e um carro policial, e ferir os dois ocupantes deste último.

O ataque ocorreu na seção sul de uma rodovia central, quando o palestino, que dirigia uma escavadeira que fazia trabalhos de conserto na zona, avançou contra o veículo policial, fazendo com que tombasse.

Pouco depois, segundo a edição on-line do jornal "Yedioth Ahronoth", o motorista atacou também um ônibus que estava vazio.

Um taxista e um policial que estavam no local feriram gravemente o motorista com suas armas de fogo, e ele morreu pouco depois no hospital.

"Vi o carro de Polícia voar pelos ares. Foi jogado no ar duas vezes e continuou arrastando para um ônibus que estava parado por causa do trânsito", relatou à rádio militar israelense o taxista, autor dos quatro primeiros disparos contra o motorista.

Segundo a televisão israelense, o motorista é um palestino de Jerusalém, assim como nos três anteriores ataques com veículos registrados na cidade desde julho de 2008.

O chefe da Polícia de Jerusalém, Ilan Franco, disse que "havia um Corão aberto na escavadeira".

Se for confirmado que o atacante é palestino, seria o terceiro incidente deste tipo em menos de um ano em Jerusalém.

Em julho de 2008, três israelenses morreram e cerca de 30 ficaram feridos ao serem atropelados por um palestino de Jerusalém Oriental que também dirigia uma escavadeira.

Três semanas depois, em um ataque semelhante, 18 pessoas ficaram feridas perto da Cidade Antiga. EFE elb-amg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.