Países vizinhos do Iraque insistem em cooperação para melhorar a segurança

Damasco, 14 abr (EFE).- Os países vizinhos do Iraque insistiram hoje, em Damasco, na necessidade de cooperar para fortalecer a segurança e a estabilidade no país, imerso na violência desde o início da invasão americana, em março de 2003.

EFE |

Em reunião de dois dias de caráter técnico, encerrada hoje em Damasco, os representantes da Síria, Turquia, Irã, Kuwait e Jordânia, assim como Arábia Saudita, Egito e Barein, destacaram também a importância de trabalhar juntos e de apoiar o Governo iraquiano.

Com isso, seria possível conseguir a soberania e a independência do Iraque, a fim de acelerar o fim da "ocupação de seu território".

Os Estados Unidos acusam a Síria de permitir a entrada de armamento e de combatentes ao Iraque através de sua fronteira.

Jalal Firuznia, diretor da Secretaria do Golfo no Ministério de Exteriores iraniano, mostrou seu apoio ao Executivo do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki e pediu a retirada das "forças de ocupação".

Além disso, os presentes decidiram elevar suas recomendações à reunião de ministros de Exteriores dos países vizinhos do Iraque, prevista para 22 de abril, no Kuwait.

O encontro, como em anteriores reuniões de características semelhantes, teve a participação também de representantes da Liga Árabe, da Organização da Conferência Islâmica, dos cinco países-membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, da Secretaria do G8, da União Européia e da ONU. EFE gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG