Países vizinhos do Iraque iniciam conferência sobre a segurança do país árabe

Damasco, 13 abr (EFE).- Representantes dos países vizinhos do Iraque iniciaram hoje uma conferência de dois dias para estudar os problemas de segurança do país árabe, principalmente em suas fronteiras com a Síria e o Irã, e promover a reconciliação nacional.

EFE |

Entre os presentes na reunião, que acontece a portas fechadas, estão especialistas de segurança do Egito, do Barein, da Organização da Conferência Islâmica, da Liga Árabe, da União Européia, do G8 (sete países mais industrializados e Rússia) e dos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.

Também participam um representante americano e o subsecretário do Ministério de Exteriores iraquiano, Lubaid Abawi, assim como uma delegação iraniana formada por responsáveis dos Ministérios do Interior e de Exteriores.

Ao contrário de uma cúpula similar realizada em 2007 em Damasco, este ano a Arábia Saudita participa da reunião, apesar de suas divergências com o Governo sírio devido às ligações deste com o regime de Teerã e com o grupo xiita libanês Hisbolá.

A Síria acolhe mais de 1,5 milhão de refugiados iraquianos que fugiram da violência que assola ao país desde o início da invasão liderada pelos EUA, em março de 2003. EFE gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG