gripe suína , diz secretário-geral da ONU - Mundo - iG" /

Países pobres precisam de US$ 1 bi contra gripe suína , diz secretário-geral da ONU

GENEBRA - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou nesta segunda-feira, em Genebra, que os países em desenvolvimento precisam de um bilhão de dólares para adotar medidas antes do fim do ano que permitirão um combate à ameaça da gripe suína.

Redação com agências internacionais |

"Para o que resta do ano, nossa estimativa é que precisamos de um bilhão de dólares", respondeu Ban ao ser questionado sobre a estimativa de ajuda necessária para os países pobres na luta contra o vírus da gripe A (H1N1), e que pedirá a quantia aos países doadores.

O vírus A (H1N1) contaminou 94.512 pessoas em todo o mundo, provocando 429 mortes, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS).

De sexta-feira passada até hoje, foram registrados 4.591 mil novos casos e 47 mortes a mais em nível mundial, segundo esses dados.

Os Estados Unidos, que não informaram sobre nenhum caso adicional, têm o maior número de contaminados, com 170 mortos e 33.902 mil infectados.

Em seguida, aparece o México, com 10.262 mil casos, incluindo 119 mortes, mas esse país também não informou sobre nenhum caso a mais desde sexta-feira.

O maior aumento de doentes foi registrado na Argentina (898 casos e 34 mortos a mais) e na Austrália (730 casos e um morto adicionais).

No total, o país latino-americano conta 2.485 mil pessoas infectadas (com 60 mortos) e a Austrália, com 5.298 mil contaminados (com dez mortos).

Chile e Canadá permanecem com 7.376 mil e 7.983 mil casos, respectivamente. Na Ásia, os países mais afetados são Tailândia (2.076 mil casos), Cingapura (1.055 mil) e China (2.040 mil).

Apesar do nome, a "gripe suína" não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Entenda

Leia também:

Leia mais sobre: "gripe suína"

    Leia tudo sobre: gripe suínaoms

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG