Toyako (Japão), 9 jul (EFE).- Os líderes de 16 economias responsáveis pela maior parte da liberação mundial de dióxido de carbono reivindicaram hoje em Hokkaido (norte do Japão) cortes profundos nas emissões globais de CO2.

Essa chamada foi feita ao término de um encontro realizado durante a cúpula do Grupo dos Oito (G8) entre seus países-membros (Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá, Rússia e Japão), cinco nações emergentes (Brasil, China, Índia, México e África do Sul), além de Austrália, Indonésia e Coréia do Sul. EFE psh/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.