Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Países não chegam a acordo sobre como combater tráfico de tabaco

Genebra, 25 out (EFE) - Os Estados que fazem parte da Convenção Mundial contra o Tabaco encerraram hoje uma semana de reuniões em Genebra sem ter conseguido fechar um acordo para combater o tráfico deste artigo.

EFE |

O contrabando de cigarro aumenta as possibilidades de dependência e causam prejuízos de entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões ao ano aos Governos.

"O projeto ainda tem que ser finalizado em seus detalhes, muitos dos quais são muito complexos", disse à Agência Efe uma porta-voz da Secretaria da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, que administra a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os países acertaram as grandes linhas do que poderá ser o protocolo internacional contra o tráfico de cigarro, mas deixaram pendentes detalhes importantes de ordem jurídica, econômica, comercial e sanitária.

Ao fim do encontro, os participantes acordaram realizar uma terceira rodada de reuniões em junho de 2009 para fechar os pontos que ficaram abertos, indicou a porta-voz Brenda Abrar-Milani.

A realização desse encontro terá que ser oficialmente aprovada pelos Estados que fazem parte da Convenção-Quadro, que se reunirão em duas semanas em Durban (África do Sul).

Entre os pontos complexos a resolver está a adoção de um sistema internacional que permita determinar a origem do tabaco e a harmonização das legislações sobre extradição para os contrabandistas. EFE is/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG