Países europeus continuam com aeroportos fechados

Redação Central, 18 abr (EFE).- Os espaços aéreos da Dinamarca, Suécia, Noruega e Finlândia continuavam fechados hoje devido à nuvem de cinza procedente da erupção de um vulcão ao sul da Islândia.

EFE |

A entidade estatal que controla a navegação aérea na Dinamarca, a Naviair, estendeu hoje as restrições totais até às 22h (de Brasília).

A Autoridade Finlandesa de Aviação Civil (Finavia) ampliou o fechamento total de seu espaço aéreo até às 13h da segunda-feira.

A Agência de Administração da Aviação Civil sueca (LFV, na sigla em sueco) limitou as restrições até às 10h de hoje, incluindo algumas regiões do norte do país que tinham estado abertas de forma limitada durante algumas horas os últimos dias.

A Avinor, o ente estatal que controla o tráfego aéreo e os aeroportos noruegueses, decretou a abertura de um ampla área, desde Kristiansund, no centro do país, até Berlevag, na província de Finamarca, fronteira com a Rússia.

Enquanto isso, os aeroportos do norte da Itália continuavam fechados, o que levou a um excesso da demanda do serviço ferroviário, que ficou lotado.

Segundo a Sociedade Aeroportuária de Milão, citada pelo "Corriere della Sera", calcula-se que ao redor de 50 mil pessoas tiveram que perder a viagem até agora.

O Ente Nacional de Aviação Civil italiano (Enac) dispôs ontem o fechamento dos aeroportos do norte do país até a segunda-feira 19 de abril.

Na Bélgica o fechamento do espaço aéreo foi prolongado até, pelo menos, às 10h. O porta-voz do Ministério de Mobilidade belga, Jan Pauwels, confirmou a ampliação das restrições no céu do país, e que as autoridades voltarão a se reunir pela tarde para estudar se ainda é necessário o prolongamento, segundo a agência "Belga".

A Bulgária fechou indefinidamente seu espaço aéreo desde as 9h hora local (3h de Brasília) de hoje informou à Efe em Sófia fontes do Ministério de Transporte.

Essas fontes acrescentaram que devido à nuvem de cinzas todos os aeroportos do país balcânico permanecerão fechados, por isso que não haverá nem aterrissagens nem decolagens.

A Holanda prolongou o fechamento de seu espaço aéreo até, pelo menos, as 10h horas (Brasília).

A Autoridade de Aviação Militar do país e o Controle de Tráfego Aéreo, decidirão conjuntamente quando se poderá voar de novo.

O aeroporto de Schiphol de Amsterdã, um dos que operam mais voos na Europa, vai continuar fechado "até novo aviso", segundo indicam as autoridades do aeroporto em seu site.

As autoridades aeroportuárias espanholas anunciaram o fechamento do tráfego aéreo do aeroporto de Barcelona e de outros 11 aeroportos do norte da Espanha.

Além do de Barcelona foram fechados os aeroportos de Girona, Reus, Sabadell, Astúrias, Santander, Bilbao, San Sebastián, Vitoria, Pamplona e Logroño, que permanecerão não operacionais até às 16h locais (12h de Brasília), segundo a rede de Aeroportos Espanhóis e de Navegação Aérea. EFE rd/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG