Países e ONGs buscarão nova estratégia política para Afeganistão

Haia, 25 mar (EFE).- Cerca de 100 países - entre eles os Estados Unidos e o Irã - e ONGs tentarão definir novas estratégias políticas para garantir a estabilidade do Afeganistão, na conferência que será realizada na próxima terça-feira, em Haia.

EFE |

Em entrevista coletiva, o ministro de Assuntos Exteriores holandês, Maxime Verhagen, disse hoje que o objetivo da conferência não é falar "sobre tropas nem sobre contribuições econômicas para a reconstrução do Afeganistão".

A conferência deve "esboçar as melhores estratégias políticas (...) para garantir a estabilidade na região (...) e assegurar que o Afeganistão não se transforme novamente em campo de treinamento para o terrorismo", disse.

Além disso, o evento deve ser destinado "especificamente" a analisar o papel dos países vizinhos - como Irã e Paquistão - no futuro do Afeganistão, que em 20 de agosto realizará eleições presidenciais, acrescentou o ministro.

As autoridades holandesas afirmaram hoje que ainda não se sabe a composição específica das delegações dos países participantes, mas confirmaram a presença do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e da secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

Um total de 3,5 mil policiais se encarregará de garantir a segurança durante a realização da conferência.

Atualmente, a Holanda se encontra em um nível de alerta "substancial" em relação a um possível atentado, o que significa que existe a possibilidade de que ocorra um ataque desse tipo.

A Holanda organizará a conferência junto com o Afeganistão e as Nações Unidas.

A conferência contará com a participarão de ministros de Exteriores e representantes de organizações internacionais envolvidas no processo de estabilização do Afeganistão ou afetados por seus problemas, especialmente Estados da região.

A reunião foi convocada depois que Hillary propôs a seus colegas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) uma conferência internacional sobre a situação no Afeganistão e na região. EFE mr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG