Países devem resolver logo recuperação do Haiti, diz Amorim

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Brasil, embaixador Celso Amorim, instou nesta quinta-feira a comunidade internacional a unir esforços para reconstruir o Haiti.

Reuters |

Ele defendeu a realização de uma conferência entre nações doadoras nas próximas semanas como forma de garantir apoio financeiro e ponderou que a missão da Organização das Nações Unidas (Minustah) precisa ampliar seu papel para garantir a ordem no Haiti.

"O Conselho de Segurança da ONU deveria o quanto antes examinar a situação", disse o chanceler em entrevista à Reuters. "Temos que facilitar os trabalhos que vão além daquilo que é pura e simplesmente a manutenção da ordem no sentido tradicional."

O Brasil lidera a missão de estabilização criada em 2004 para restaurar a ordem no Haiti. Na terça-feira o país foi destruído após forte terremoto, que matou dezenas de milhares de pessoas e dizimou a já precária infraestrutura da nação caribenha.

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG