Países de América do Sul e África se reúnem neste fim de semana na Venezuela

CARACAS - Cerca de 60 países de América do Sul e África participarão de sua segunda cúpula a partir deste sábado em Isla Margarita, norte da Venezuela, que terá o objetivo de estimular acordos de cooperação entre os continentes em setores como saúde, energia ou turismo.

Redação com agências internacionais |

"É o Sul, nosso Sul. Apenas um canal nos separa, o Oceano Atlântico, e por isso devemos unir esforços para promover uma união entre ambas as partes", declarou recentemente o presidente venezuelano Hugo Chávez.

No total, cerca de 30 chefes de Estado de ambas as regiões se reunirão durante dois dias na ilha turística do país sul-americano e os demais países estarão representados por seus ministros das Relações Exteriores e por outros altos funcionários.

Na agenda do encontro se destacam grandes temas como saúde, energia, ciência e tecnologia, turismo e agricultura e problemas globais, tendo como assunto central a cooperação entre países do Sul para enfrentar a grave crise mundial.

Segundo os organizadores, são esperados acordos precisos no âmbito energético, comercial, tecnológico, turístico, de transportes, educação e saúde entre outros. A questão do tráfico internacional de drogas, que estabelece rotas entre as duas regiões, também será debatida.

"Não pode ser uma cúpula tradicional, que se esgota em discursos isolados. Deve ter um impacto positivo na sociedade", assegurou Chávez.

Planejada inicialmente para o final de 2008, esta segunda cúpula ASA segue a realizada em Abuja. A primeira reunião da ASA ocorreu novembro em 2006 na Nigéria, onde foi firmada a Declaração de Abuja e acordado o Plano de Ação e Resolução, com a criação do Fórum Cooperativo África-América do Sul (ASACOF).

Entre os líderes africanos com presença confirmada estão o líbio Muammar Kadafi, o sul-africano Jacob Zuma, o congolês Joseph Kabila e o zimbabuano, Robert Mugabe, entre outros.

Do lado sul-americano espera-se que estejam presentes o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, o equatoriano Rafael Correa, a argentina Cristina Kirchner e a chilena Michele Bachelet, entre outros.

As delegações dos 60 países já se encontram em Margarita, onde está sendo concluído o documento final do encontro e será realizada uma reunião de ministros das Relações Exteriores antes da cúpula presidencial dos dias 26 e 27.

As reuniões serão organizadas em um luxuoso hotel de Porlamar, cidade mais importante dessa ilha, que está protegida por um grande esquema se segurança, a cargo principalmente do Exército e da guarda militar presidencial da Venezuela.

Reunião bilateral entre Lula e Chávez

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Hugo Chávez, da Venezuela, farão seu encontro bilateral trimestral na Ilha Margarita (norte da Venezuela) no domingo, ao fim da 2ª Cúpula América da África do Sul (ASA).

Será o terceiro encontro bilateral entre Lula e Chávez este ano. Eles devem revisar acordos de cooperação vigentes e avaliar novos projetos.

Especula-se que seja fechado nesta reunião o acordo entre a Petrobras e a estatal venezuelana Petróleos de Venezuela (PDVSA) para a criação de uma empresa mista que construa e explore a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Leia mais sobre América do Sul e África

    Leia tudo sobre: américa do suláfrica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG