Países da ONU abordarão situação de direitos humanos em Gaza

Genebra, 7 jan (EFE).- O Conselho de Direitos Humanos (CDH) das Nações Unidas se reunirá de maneira extraordinária na sexta-feira para abordar e emitir um pronunciamento sobre a situação na Faixa de Gaza, em conseqüência dos bombardeios e da incursão terrestre das Forças Armadas de Israel.

EFE |

Trata-se da iniciativa de cerca de 30 países, a maioria árabes ou integrantes da Organização da Conferência Islâmica e do Movimento dos Países Não-Alinhados.

A reunião do CDH, o órgão intergovernamental da ONU destinado a zelar pela proteção dos direitos e liberdades fundamentais no mundo, é convocada no momento em que o Conselho de Segurança das Nações Unidas continua sem um acordo sobre a exigência de um cessar-fogo no território palestino.

Em vista da grande presença de países árabes e muçulmanos no CDH, é provável que a sessão extraordinária termine com a aprovação de uma resolução que condene a ação militar de Israel e seus efeitos sobre a população civil palestina, como já aconteceu no passado.

Esta é a nona reunião convocada de urgência por este órgão para tratar uma situação de direitos humanos alarmante.

Antes, foram casos de debate os de Darfur (Sudão), Mianmar e da República Democrática do Congo, entre outros.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha, organização com sede em Genebra, advertiu que a crise humanitária em Gaza é "insustentável" para a população, que já antes da ofensiva israelense sobrevivia em condições extremamente duras. EFE is/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG