Pais prostituem filhos por menos de US$ 0,50 no Peru

Lima, 20 set (EFE).- Muitas famílias pobres prostituem seus filhos por 1 novo sol (US$ 0,34) no Peru, onde também foi denunciado que crianças de até 3 anos aparecem sendo abusadas em vídeos, informa hoje a imprensa local.

EFE |

"Muitas famílias do interior do país, por exemplo em Iquitos, alugam seus filhos por dinheiro. Em troca de 1 novo sol ou de um pedaço de frango, os forçam a se prostituir em canoas", denunciou María Teresa Mosquera, diretora de uma organização de defesa de criança, em coluna publicada no jornal "Peru.21".

Segundo María Teresa, essas famílias entregam seus filhos à máfia a fim de ter melhores condições econômicas ou adquirir alguns luxos.

Já a Rede Peruana contra a Pornografia Infantil denunciou que encontrou diversos grupos estrangeiros que se aproveitam da oferta sexual de menores nas zonas mais pobres do país, para gravar vídeos pornográficos, material que depois é vendido no mercado negro.

"Temos informação de que as gravações são feitas na selva peruana, em cidades como Iquitos, Pucallpa e Madre de Dios", disse o presidente da organização, Dimitri Senmache.

Os grupos também operariam em cidades turísticas como Cuzco e Puno, onde os vídeos supostamente são gravados por estrangeiros. EFE watt/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG