Pais de Madeleine voltam a criticar Polícia portuguesa

Londres, 19 fev (EFE).- Os pais de Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu em 2007 em Portugal, criticaram hoje a Polícia lusa por não investigar pistas sobre o paradeiro da filha e afirmaram que informações sobre o caso foram arquivadas.

EFE |

Em entrevista coletiva em Londres, Kate e Gerry McCann pediram a ajuda das autoridades para encontrar a filha, que desapareceu do quarto do hotel em que estava no sul de Portugal, onde passava férias com a família.

Os pais de Madeleine falaram com a imprensa um dia depois de a Justiça portuguesa dar razão a eles e decidir manter a proibição ao livro do inspetor do caso, que os relaciona com uma possível morte da criança.

"Os pais de uma criança desaparecida não teriam que estar aqui mendigando ajuda e (esperariam que) as autoridades fizessem tudo o que pudessem", afirmaram.

Kate e Gerry McCann mostraram frustração com o fato de, segundo eles, não estarem sendo investigadas informações "críveis" sobre o paradeiro da menina.

"Não estamos dizendo que há pistas que permitam localizá-la, mas se não se investigar a informação que chega, o caso nunca será resolvido", apontaram.

"Queremos que as autoridades trabalhem juntas. É um caso internacional, e sempre foi. Sentimos que é fundamental tentar encontrar Madeleine", acrescentaram. EFE vg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG