Pais de crianças abandonadas na Itália dizem ter ficado sem dinheiro

Um casal alemão que abandonou três crianças em uma pizzaria na cidade de Aosta, norte da Itália, no domingo, disse à polícia que eles fizeram isso porque não tinham dinheiro. Ina Caterina Remhof, a mãe, de 26 anos, e seu parceiro, Sascha Schmidt, 24, foram encontrados na quinta-feira em um bosque perto de Aosta.

BBC Brasil |

Segundo o jornal italiano La Stampa, Remhof e seu namorado decidiram viajar para a Itália com 900 euros, mas o dinheiro acabou no meio da viagem.

Ao serem encontrados pela polícia, Remhof teria perguntado sobre os filhos. De acordo com o La Stampa, o casal comeu restos de frutas e verduras que acharam no lixo.

Os dois saíram da pizzaria no domingo alegando que iam fumar um cigarro, mas não retornaram para pegar as três crianças, com idades de quatro anos, dois anos e oito meses. As crianças agora estão sob os cuidados das autoridades.

As autoridades italianas estão tentando levar as três crianças de volta para a Alemanha, onde elas poderão ser entregues a uma avó.

Carro abandonado

A polícia vasculhou todo o vale de Aosta antes de encontrar o casal. Os investigadores temiam que os dois estivessem mortos, pois o carro deles foi encontrado abandonado. Dentro do carro estava um diário que detalhava os problemas financeiros da família.

Os policiais que encontraram o casal contaram que os dois pareciam "quase aliviados" quando foram encontrados. Mas Remhof começou a chorar quando recebeu a informação de que provavelmente perderia a guarda dos filhos, segundo o La Stampa.

O casal teria decidido abandonar os filhos na pizzaria quando as crianças começaram a chorar, por não ter nada para comer.

Remhof teria dito que acreditava que as crianças "seriam mandadas de volta para a Alemanha, e eu teria me encontrado com elas de novo, quando conseguisse dinheiro".

Promotores italianos afirmaram que Remhof pode ser acusada pelo crime de abandono de pessoa vulnerável. As autoridades alemãs afirmaram que ela pode perder a guarda dos filhos.

A polícia alemã ainda informou que o parceiro de Remhof, Sascha Schmidt, era fugitivo da Justiça pois não voltou para a prisão durante sua liberdade condicional. O pai biológico das crianças está preso sob a acusação de maus-tratos contra um quarto filho que teve com Remhof.


Leia também:


Leia mais sobre abandono de menor

    Leia tudo sobre: alemanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG