Pai e filha sobrevivem à queda de 13 andares durante terremoto no Chile

Um homem e sua filha de sete anos sobreviveram a uma queda de 13 andares durante o terremoto que atingiu o Chile neste sábado. A família vivia em um prédio na cidade de Concepción que se partiu em dois.

iG São Paulo |

  • Sobe para 708 número de mortos em terremoto no Chile
  • Reuters
    Prédio de Concepción ruiu durante o terremoto

    Prédio de Concepción ruiu durante o terremoto

    Quando sentiu que o apartamento - que ficava no penúltimo dos 14 andares do prédio - começou a balançar, Alberto Rozas abraçou sua filha para, juntos, esperarem o fim do tremor. "Havia poeira, barulho, tudo estava caindo", contou.

    Antes que o tremor acabasse, porém, o prédio começou a ruir e os dois caíram até o chão, sempre abraçados. "O terremoto e a queda foram uma única coisa terrível", afirmou o chileno. "Eu a agarrei e ela nunca me soltou".

    Quando a queda acabou, Rozas não sabia em que parte do prédio estava, até que olhou para a janela de seu apartamento, já com os vidros quebrados, e viu uma luz - "a luz da lua cheia", disse ele.

    Rozas e a filha, Fernanda, conseguiram sair dos escombros com apenas alguns cortes e hematomas. Os vizinhos da família, que moravam do outro lado do corredor, ficaram presos entre estruturas e precisaram ser resgatados por bombeiros. Após levar a filha para a casa da mãe, Rozas voltou ao local para ajudar.

    Até o momento, 26 pessoas foram resgatadas com vida do local. Acredita-se que entre 60 e 80 ainda estejam entre os escombros.

    Socovil, a empresa que inaugurou o edifício em junho do ano passado, divulgou uma nota dizendo que todas as normas de segurança foram seguidas. Muitos moradores, porém, estão revoltados. "Obviamente, a construção era fraca", disse Rozas.

    Moradora do segundo andar, Maribel Alarcon e seu marido, Gunther, acordaram pouco antes do terremoto para atender ao filho de dois anos, Oliver, que estava chorando. A preocupação foi o que salvou o casal: o quarto do bebê foi o único local da casa poupado pelo terremoto.

    "Rezamos muito", disse Alarcon. "E se Deus nos deixou sobreviver, foi porque alguém ia nos resgatar".


    Com AP

    Leia também:

    Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: chileterremoto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG