Pai do menino adotado por Madonna chocado com divórcio da cantora

O pai de David, o menino que Madonna adotou no Malauí, se disse nesta quinta-feira chocado, mas não triste com a notícia do divórcio da cantora.

AFP |

"Só estive com Madonna e seu marido uma vez, no tribunal, quando assinamos os primeiros papéis de adoção em 2006", declarou, por telefone à AFP, Yohane Banda, falando de Mchinji, o povoado onde vive a 110 km da capital administrativa, Lilongüe.

"Como já disse, Madonna adora o menino e quero incentivá-la a continuar gostando do pequeno apesar do divórcio", afirmou. "Autorizei a adoção para que meu filho escapasse da pobreza. Se continuasse aqui, provavelmente teria morrido", acrescentou o agricultor pobre e analfabeto.

No Malauí, mais da metade de seus 12 milhões de habitantes vivem com menos de um dólar por dia.

Banda assinalou ainda sua esperança de que o divórcio de Madonna não perturbe a criação do pequeno , que atualmente tem três anos.

Madonna conheceu David Banda - cuja mãe morreu pouco depois de seu nascimento - em outubro de 2006, num abrigo para órfãos de vítimas da Aids e resolveu adotá-lo.

Madonna e seu marido, o cineasta britânico Guy Ritchie, anunciaram na quarta-feira que decidiram se divorciar depois de mais de sete anos de casamento.

"Madonna e Guy Ritchie decidiram se divorciar depois de sete anos e meio de casamento", indicou em um comunicado o escritório da porta-voz de Madonna em Nova York, Liz Rosenberg.

Segundo o texto, "ambos pediram à imprensa respeito a sua família neste momento difícil". O casal tem dois filhos: Rocco, de oito anos e David, um menino de três anos adotado no Malaui.

Os dois haviam se casado na Escócia em dezembro de 2000, ano em que a cantora lançava "Music", oitavo álbum e um dos mais bem-sucedidos da carreira do ícone da cultura pop internacional das últimas três décadas.

Ambos vivem em Londres e em uma residência de campo de Wiltshire, na Inglaterra, propriedade de Ritchie, com seus dois filhos e com Lourdes, filha de 12 anos de Madonna, fruto de um relacionamento com um professor de ginástica Carlos León.

A notícia do divórcio havia sido adiantada nesta quarta-feira pelo The Sun, um tablóide britânico que publicou um artigo com o título "Já não podem suportar o fingimento".

Uma fonte "muito bem situada" explicou a esse jornal que as reiteradas brigas dos últimos meses e a vontade de Madonna, de 50 anos, de adotar uma outra criança, foram as causas de sua separação.

Em julho passado, Madonna havia desmentido formalmente versões de uma suposta relação amorosa com a estrela da equipe de beisebol do New York Yankees Alex Rodríguez. "Meu marido e eu não planejamos nos divorciar", havia assegurado.

Madonna Louise Ciccone --seu verdadeiro nome-- já foi casada com o ator Sean Penn, entre 1985 e 1989.

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG