Pai de terrorista nigeriano é convidado a comparecer ao Senado dos EUA

Washington - O pai do nigeriano acusado de tentar cometer um atentado contra um voo da Northwest Airlines no último dia 25 foi convidado a comparecer ao Senado dos Estados Unidos, informou hoje o porta-voz do Comitê de Relações Exteriores da casa, Frederick Jones.

EFE |

O banqueiro nigeriano Umaru Mutallab, "que identificou seu filho como um extremista e uma ameaça para os EUA, tem uma história importante para nos contar e o comitê gostaria de escutá-lo", disse Jones.

O convite foi feito pelo presidente do comitê, o ex-candidato presidencial democrata John Kerry, em carta na qual elogiou a atitude do pai de Umar Farouk Abdulmutallab.

"Ele agiu de maneira heroica ao alertar as autoridades americanas sobre suas preocupações com relação ao paradeiro e às atividades de seu filho e ao tentar impedir o que considerou como uma situação perigosa", disse Kerry.

Abdulmutallab foi acusado formalmente de tentar destruir o voo da Northwest Airlines, que tinha quase 300 pessoas a bordo quando se preparava para pousar em Detroit depois de decolar de Amsterdã.

Segundo Jones, Kerry ainda não recebeu nenhuma indicação sobre se Mutallab aceitou o convite.

O porta-voz acrescentou que o comitê deve marcar o comparecimento de Mutallab para o próximo dia 20.

    Leia tudo sobre: euaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG