menino do balão pega 90 dias de prisão nos EUA - Mundo - iG" /

Pai de menino do balão pega 90 dias de prisão nos EUA

FORT COLLINS, Estados Unidos (Reuters) - O homem do Colorado que mobilizou as autoridades com o boato de que seu filho estaria à deriva em um balão de gás foi sentenciado nesta quarta-feira a 90 dias de prisão, a maior parte em regime semiaberto. A mãe do menino foi poupada de ir para a cadeia, mas recebeu uma sentença de 20 dias de trabalho comunitário.

Reuters |

Richard e Mayumi Heene também passarão quatro meses sob fiscalização judicial e ainda terão de pagar milhares de dólares em multas e indenizações ao Estado, num valor a ser calculado posteriormente.

As autoridades dizem que o casal encenou o incidente, há dois meses, para que a família chamasse a atenção da mídia e ganhasse um reality show de TV.

Como parte do período de fiscalização judicial, o casal, que tem três filhos, fica proibido de auferir resultados financeiros do incidente, por exemplo com a venda de direitos para um livro ou especial de TV.

O pai, mestre de obras, tem até 11 de janeiro para começar a cumprir pena --30 dias de reclusão e outros 60 em regime semiaberto, em que ele pode sair durante o dia para trabalhar se estiver empregado. A esposa começará o trabalho comunitário só depois que o marido concluir sua pena.

O mundo todo acompanhou ao vivo as buscas pelo menino Falcon, de 6 anos, que teria ficado preso a um balão doméstico de gás hélio que, segundo a versão dos pais, havia se desgarrado por acidente do quintal da família.

O objeto prateado, parecido com um disco voador, foi acompanhado por helicópteros da Guarda Nacional em um voo de 80 quilômetros, e as autoridades desviaram o tráfego aéreo do Aeroporto Internacional de Denver. Descobriu-se depois que o balão estava vazio e que o menino estava escondido no sótão da garagem da família.

(Reportagem de Keith Coffman)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG