Pai de Madeleine revelam remorso no aniversário do desaparecimento

Kate e Gerry McCann, pais da pequena Maddie, desaparecida em Portugal em maio de 2007, revelaram sentimentos de culpa e expressaram as esperanças de encontrá-la viva, no primeiro aniversário do seu desaparecimento.

AFP |

"Temos que viver com o fato de que não estávamos lá, e que se estivéssemos, não teria ocorrido", afirmaram os pais da menina, que desapareceu enquanto dormia em um apartamento da Praia da Luz, em Algarve (sul de Portugal), quando os dois estavam jantando em um restaurante próximo.

"O pior para nós é que estivemos a ponto de não ir", conta Kate McCann, em um documentário realizado para marcar o primeiro aniversário do desaparecimento da menina.

"Pensamos também, em um momento, em levar as crianças para jantar conosco", mas o restaurante estava um pouco cheio", conta Kate no filme de duas horas, que será exibido nesta quarta-feira pela rede de TV ITV1.

O documentário mostra os McCann em sua casa em Rothley, Leicestershire, brincando com os gêmeos Sean e Amelie, irmãos menores de Maddie, que tinha três anos quando ela desapareceu.

Com o título "Madeleine, um ano depois: Campanha para a mudança", o filme acompanha também o casal por Bruxelas e Washington, enquanto fazem campanha para a criação de um sistema de alerta europeu para os casos de seqüestro de criança.

ame/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG