Pai de desertor da máfia italiana é morto a tiros em Nápoles

NÁPOLES (Reuters) - Homens não identificados mataram a tiros o pai de um ex-líder mafioso que está ajudando as autoridades a prender seus ex-parceiros, informou a polícia na sexta-feira. Umberto Bidgonetti, 69 anos, foi assassinado com diversos tiros no começo de sexta-feira, quando seguia para o trabalho em uma fábrica na cidade de Castel Volturno, norte de Nápoles, disse a polícia.

Reuters |

Domenico, seu filho, tem colaborado com a polícia na investigação sobre o clã Casalesi de Camorra, versão napolitana da máfia, da qual ele pertenceu.

'Isso representa um sinal de reagrupamento da organização para dizer aos que estão presos ou a caminho de: nós estamos aqui e ainda controlando o clã Casalesi', disse o promotor de Nápoles Franco Roberti, de acordo com a agência Ansa.

Agências locais disseram que Bidognetti recusou proteção oficial dada a familiares de desertores da máfia e continuou a viver na área conhecida por ser controlada pelo clã.

(Por Deepa Babington)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG