Padrinho dos filhos de Michael Jackson diz que pode ser o pai de Paris

O padrinho dos três filhos de Michael Jackson, o ex-ator Mark Leste, afirmou à imprensa britânica neste domingo que doou esperma para o cantor e que acreditar ser o pai biológico da filha do astro pop falecido em junho passado.

AFP |

"Dei meu esperma ao Michael para que ele pudesse ter filhos, e acho que Paris é minha filha ", declarou Lester, que interpretou Oliver Twist no musical de 1968 "Oliver!", em entrevista ao jornal News of the World.

Ele acreditou estar disposto a fazer o teste de DNA para esclarecer se é o pai ou não da menina de 11 anos.

O britânico de 51 anos também é padrinho dos outros dois filhos de Jackson, Prince Michael, de 12 anos, e Prince Michael II, de 7 anos.

"Esse segredo já dura tempo demais", enfatizou.

"Em 1996, Michael me pediu se eu podia doar meu esperma e eu disse que sim. Foi um presente que dei para ele, ele não me pagou nada, foi uma honra para mim ", acrescentou.

"Sinto um laço forte com Paris e acho que há uma possibilidade de que ela seja parte de mim. Quero manter contato com ela, com Prince e Blanket (apelido de Prince II), independentemente de algum deles ou todos eles serem meus filhos. Acho cruel que sejam excluídos de minha vida ".

Lester disse que desde que Katherine, a mãe de Jackson, obteve a guarda das crianças, todos seus telefonemas e mensagens ficaram sem resposta.

Mark Lester, que tem quatro filhos, acrescentou que há uma grande semelhança entre sua filha de 15 anos, Harriet, e Paris.

Segundo o ator, Jackson confessou a ele pela primeira vez seu desejo de ser pai em 1996. "Creio que já havia tentado utilizar seu próprio esperma, mas não deu certo".

Então se ofereceu para ajudá-lo e a doação do esperma foi feita numa clínica em Harley Street, em Londres em fevereiro de 1996.

Oito meses depois Jackson anunciou seu casamento com a enfermeira Debbie Rowe e, três meses depois, o casal revelou o nascimento de seu primeiro filho, Prince.

Paris nasceu um ano depois, em abril de 1998.

No último dia 3, a Superior Corte de Los Angeles concedeu à mãe de Michael Jackson, Katherine, de 79 anos, a guarda definitiva dos três filhos do cantor.

Katherine Jackson, 79 anos, já havia obtido a guarda provisória dos netos após a morte do "Rei do Pop" no dia 25 de junho, e não escondeu que desejava a guarda definitiva das crianças.

A concessão dos cuidados com os filhos de Michael Jackson a Katherine estava entre as últimas determinações incluídas no testamento do cantor.

Segundo os termos de um acordo recente feito semana passada, com a mãe biológica dos dois mais velhos, Debbie Rowe, revelado pelos representantes das duas partes em comunicado comum, os filhos do ídolo viverão na casa da avó, Katherine Jackson, 79 anos.

Deborah Rowe é a mãe de Prince Michael e Paris. O mais novo, Prince Michael II é filho de uma mãe de aluguel, com identidade nunca revelada.

Rowe foi a segunda esposa de Jackson, com quem se casou em 1996, quando tinha 37 anos. O divórcio ocorreu em 1999.

gj/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG