Padres e funcionários terão de bater ponto a cada vez que entrarem e saírem do Vaticano. A medida havia sido extinta há 50 anos pelo papa João 23, mas agora está de volta em uma versão modernizada.

Cerca de 2 mil funcionários terão de passar um cartão em um leitor eletrônico para registrar o tempo que passaram dentro do Vaticano.

Os cartões serão obrigatórios para todos os funcionários, incluindo padres e arcebispos, mas não houve menção sobre se papa Bento 16 também terá de cumprir a nova norma.

Há relatos de que clérigos mais velhos tenham reclamado do novo sistema, alegando que muitas vezes se ausentam do Vaticano para cumprir tarefas pastorais.

No ano que vem será implementando um sistema para medir a eficiência do trabalho dos empregados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.