Padre filipino morre eletrocutado por microfone de karaokê

Manila, 10 abr (EFE).- Um padre morreu eletrocutado por um microfone de karaokê que estava com defeito, durante uma festa em uma praia da região norte das Filipinas, informou hoje a Polícia.

EFE |

O fato ocorreu na segunda-feira passada na província de Bataan, cerca de 90 quilômetros ao sudoeste da capital, quando o padre Roberto do Rosario, de 32 anos, recebeu uma descarga do aparelho elétrico ao começar a cantar ainda molhado após um banho de mar.

O padre ficou inconsciente alguns segundos e faleceu quando era levado para o hospital mais próximo.

A Polícia investiga os fatos e pode acusar de negligência os donos do estabelecimento pelo defeito do microfone, que gerou um curto-circuito ao entrar em contato com a pele molhada do religioso.

O karaokê é uma autêntica paixão nacional para os filipinos, para quem qualquer ocasião é boa para entoar uma balada de amor, até nos funerais. EFE csm/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG