Padre é preso por vender cocaína em reitoria de campus

Um sacerdote católico da Universidade de Illinois pode pegar até 30 anos de prisão após ser detido e acusado de vender cocaína no campus, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

EFE |

O reverendo Christopher Layden, de 33 anos, foi preso na quarta-feira depois que a Polícia encontrou três gramas de cocaína durante uma revista no Centro Católico St.John e na própria residência do sacerdote na reitoria do campus, como informa o diário "Pantagraph", de Illinois.

Em seu comparecimento perante o juiz, o reverendo se declarou inocente, apesar de ter sido acusado por um crime de posse e dois delitos de distribuição de substâncias ilegais.

A investigação realizada pela Polícia nas últimas duas semanas revela que o sacerdote estava vendendo a droga nas imediações ou no interior do recinto religioso.

Um informante da Polícia reconheceu, segundo o "News-Gazette", que consumiu cocaína com o padre cerca de "40 ou 50 vezes" desde o ano 2007.

Em comunicado, distribuído pela Diocese de Peoria, em Illinois, o bispo Daniel Jenky se mostrou "horrorizado e entristecido com a notícia da detenção do padre Chris Layden", que foi imediatamente suspenso de seus trabalhos pastorais.

O reverendo deverá pagar uma fiança de US$ 5 mil para sair da prisão e, caso seja condenado, enfrentaria pena de 30 anos.

    Leia tudo sobre: drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG