Paris, 12 jan (EFE).- Um militar francês que tinha ficado gravemente ferido em um ataque na segunda-feira no Afeganistão, que causou a morte na hora de outro suboficial do contingente da França, morreu hoje, anunciou o Ministério da Defesa francês.

Esta segunda morte entre os franceses na emboscada registrada no vale de Alasay, ao nordeste de Cabul, foi de um oficial da primeira brigada motorizada de Châlons-en-Champagne, afirmou o ministério, em comunicado.

A emboscada aconteceu enquanto vários membros do contingente francês acompanhavam uma seção do Exército afegão à qual estavam treinando.

O ministro da Defesa francês, Hervé Morin, disse "se unir à dor" dos parentes e amigos deste militar, por quem mostrou seu "reconhecimento", devido a que ele "deu sua vida para permitir que o Afeganistão volte à paz".

Morin reiterou "sua confiança e seu apoio às forças francesas" no Afeganistão, que, desde sua mobilização, no final de 2001, tiveram 38 baixas.

O ministro reafirmou ontem, ao anunciar a morte da primeira vítima do ataque no vale de Alasay, seu apoio ao povo afegão e condenou a violência que castiga esse país. EFE ac/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.