Ouro olímpico coroa Nadal como número 1 do mundo

A vitória do tenista espanhol Rafael Nadal na final do tênis masculino, em Pequim, consolida seu status como o número 1 do mundo. Nadal bateu o chileno Fernando González, 15º do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/6 e 6/3, numa partida que durou pouco mais de 2 horas.

BBC Brasil |

Nadal já havia assegurado a liderança no ranking, até então ocupada pelo suíço Roger Federer, no início do mês, depois de eliminar o equatoriano Nicolás Lapentti na semi-final do Master Series, em Cincinnati.

A medalha de ouro - a primeira de seu país na modalidade - vem, no entanto, exatamente um dia antes da oficialização de sua posição como número 1 do mundo no ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

A medalha olímpica em Pequim também completa um ciclo de vitórias conquistadas pelo tenista espanhol em 2008, que é o atual campeão de Roland Garros e do torneio de Wimbledon.

Partida
Na final olímpica, Nadal demonstrou sua superioridade na quadra desde o início da partida contra o chileno e ganhou o primeiro set com bastante segurança.

No segundo set, o chileno endureceu, reagiu e levou a disputa para tie brake. No entanto, depois alguns erros não-forçados que o deixaram abalado, González perdeu o set para o rival, que manteve a liderança até o final da partida.

No terceiro set, Nadal conseguiu uma quebra logo no quarto game e garantiu o ouro olímpico com uma parcial de 6/3.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG