Ouattara presta juramento como presidente da Costa do Marfim

Cerimônia ocorre depois de cinco meses de crise, causada pela recusa do ex-líder Laurent Gbagbo em deixar o poder

iG São Paulo |

AFP
Alassane Ouattara durante juramento como presidente da Costa do Marfim
Alassane Ouattara prestou juramento nesta sexta-feira como presidente da Costa do Marfim, depois de cinco meses de crise, causada pelo questionamento dos resultados da eleição presidencial de 28 de novembro pelo então chefe de Estado Laurent Gbagbo, detido em 11 de abril.

O Conselho Constitucional, máxima instância judicial do país, aceitou Ouattara como presidente da República, na posse de juramento de Ouattara, que ocorreu no Palácio Presidencial de Plateau em Abidjan, onde o ex-presidente e rival Laurent Gbagbo se manteve durante quatro meses recusando-se a entregar o poder, mesmo depois da derrota eleitoral de 28 de novembro.

Depois do juramento, a cerimônia de posse, na presença dos convidados internacionais, acontecerá no dia 21 de maio, em Yamoussoukro, capital administrativa da Costa do Marfim.

Prisão

O ex-líder marfinense Laurent Gbagbo foi capturado após uma invasão à residência presidencial em Abidjan, a maior cidade do país. Gbagbo foi preso e levado ao hotel Golf, local usado como sede das forças de Alassane Outtara, reconhecido internacionalmente como presidente do país.

Gbagbo e sua família estavam refugiados há dias em um bunker subterrâneo da residência presidencial. O local vinha sendo atacado por tanques franceses e helicópteros da ONU. Tropas de paz da ONU acusaram as forças de Gbagbo de ameaçar a população civil do país e pediram ajuda às tropas francesas para combater as pesadas armas de Gbagbo.

Após a captura de Gbagbo, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, disse que "ditadores que se apegam ao poder sofrem consequências".

*Com AFP

    Leia tudo sobre: costa do margimlaurent gbagboalassane ouattaraonu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG