Otan tranqüiliza Ucrância sobre ingresso na Aliança Atlântica

Bruxelas, 27 ago (EFE).- Durante uma reunião para analisar a crise na Geórgia, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) tranqüilizou hoje a Ucrânia sobre seu objetivo de fazer parte do grupo de países em um futuro próximo.

EFE |

Segundo um comunicado da Otan, no encontro, representantes de ambas as partes condenaram a decisão russa de reconhecer a independência da Ossétia do Sul e da Abkházia.

Além disso, os embaixadores aliados "reiteraram a decisão" que "os chefes de Estado e de Governo da Otan" tomaram em abril, na cúpula de Bucareste, a respeito das aspirações da Geórgia e da Ucrânia de ingressarem na Aliança Atlântica.

Nessa cúpula, os líderes aliados declararam que ambos os países "futuramente serão membros da Otan". A esse pronunciamento, a Rússia reagiu advertindo que uma ampliação rumo a suas fronteiras seria vista como uma ameaça.

Na reunião desta quarta-feira, a Aliança Atlântica e Kiev manifestaram sua "profunda preocupação" pela atual situação na Geórgia e por suas implicações na região do Cáucaso e da Otan, acrescenta a nota.

Um dos representantes da Ucrânia no encontro foi o vice-ministro de Assuntos Exteriores, Konstantin Yeliseyev, que também é enviado especial do Governo de Kiev para a Geórgia. EFE rcf/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG