Otan reduzirá seu contingente para 2.500 no Kosovo

Pristina, 16 jun (EFE).- A Otan confirmou hoje, na capital do Kosovo, a redução gradual de seu contingente no país, que passará dos atuais 15 mil para 2.

EFE |

500 soldados, no prazo de dois anos.

O anúncio foi feito hoje à imprensa pelo almirante Mark Fitzgerald, comandante-chefe das Forças Aliadas no Sul da Europa, que afirmou que no início de 2010 haverá um contingente de 10 mil homens no Kosovo.

Se as condições de segurança continuarem evoluindo de forma positiva no território autodeclarado independente em 2008, a presença da Otan será de apenas 2.500 soldados, em um prazo de dois anos.

Esta decisão foi tomada na semana passada pelos ministros de Defesa da Otan, que aprovaram a retirada de grande parte de suas tropas do Kosovo de maneira "gradual".

O anúncio da redução da presença da Otan acontece 10 anos depois da campanha de bombardeios aéreos da Aliança contra a Sérvia, da qual Kosovo foi província.

"Os problemas de segurança no Kosovo são agora mais de tipo penal e econômico, e a Força do Kosovo (KFOR, em sua sigla em inglês) mantém ainda um forte presença", afirmou Fitzgerald, indicando que a Otan estará pronta para responder a qualquer eventualidade.

A Otan conta agora com aproximadamente 15 mil soldados no Kosovo e os países que forneceram mais soldados para a região são Itália, Alemanha, França, Turquia e Espanha, que já tinha anunciado a retirada de seus 632 soldados.

As autoridades do país acolheram a medida como uma prova da normalização da situação no Kosovo. EFE am/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG