Otan reconhece civis mortos e feridos em bombardeio em Kunduz

A Otan reconheceu nesta terça-feira que civis morreram e foram feridos, mas sem anunciar números, no bombardeio aéreo de sexta-feira contra caminhões-tanque roubados pelos talibãs em Kunduz, norte do Afeganistão.

AFP |

"Uma investigação preliminar levou a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, força da Otan) a acreditar que houve insurgentes, mas também civis, entre os mortos e feridos no ataque aéreo", afirma o organismo em um comunicado.

A força da Otan realiza uma investigação mais profunda para determinar o número exato de vítimas civis, segundo o texto.

Dezenas de pessoas morreram no ataque aéreo, mas até o momento o balanço é objeto de controvérsia tanto sobre o número de civis como de talibãs entre as vítimas, à espera do resultado das investigações do governo afegão, da Otan e da ONU.

Até o momento, todas as fontes oficiais afirmam que a maioria dos mortos são talibãs.

mba/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG