Otan pede fim imediato dos confrontos na Geórgia

Bruxelas - O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jaap de Hoop Scheffer, pediu hoje a todas as partes envolvidas no conflito iniciado na Geórgia que detenham imediatamente os confrontos armados e utilizem o diálogo direto como solução.

EFE |

Em comunicado, Scheffer assegurou estar "seriamente preocupado pelos fatos que estão ocorrendo na região georgiana da Ossétia do Sul", e declarou que a Otan está acompanhando de perto a situação.

O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, decretou hoje a mobilização geral do país e denunciou que aviões russos bombardeiam o território georgiano.

O governo de Saakashvili, que pretende promover a entrada da Geórgia na Otan, é considerado o principal aliado dos Estados Unidos na região do Cáucaso.

O Kremlin se opõe abertamente à inclusão georgiana na aliança militar.

    Leia tudo sobre: georgiaonuotan

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG