Os chanceleres da Otan, com a presença pela primeira vez da secretária de Estado americana Hillary Clinton, abriram nesta quinta-feira em Bruxelas uma reunião na qual podem restabelecer os contatos com a Rússia, suspensos desde a guerra russo-georgiana de agosto.

O secretário-geral da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), Jaap de Hoop Scheffer, afirmou ao chegar à reunião que as relações entre a Aliança e a Rússia melhoraram o suficiente para permitir a recomendação da retomada dos contatos no mais alto nível.

As relações Otan-Rússia foram congeladas pelos 26 países aliados no dia 19 de agosto de 2008, em uma resposta à reação "desproporcional" de Moscou à ofensiva da Geórgia, que pretendia recuperar o controle do território separatista e pró-Moscou da Ossétia do Sul.

bur-mar/al

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.