Otan insiste em que Rússia deve retirar suas tropas da Geórgia

Bruxelas, 19 ago (EFE).- A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) reivindicou hoje uma aplicação completa do acordo de paz entre Rússia e Geórgia, incluindo a retirada das tropas para as posições que ocupavam antes do início das hostilidades, e criticou novamente o uso desproporcional da força por parte de Moscou.

EFE |

A Aliança considera "seriamente as implicações das ações russas em sua relação com a Otan", afirma a declaração emitida após a reunião de ministros de Exteriores dos 26 países-membros da Aliança, que advertiram a Moscou que, depois do que aconteceu, "as coisas não podem continuar como até agora".

Os ministros deixaram claro que a solução para o conflito na Geórgia deve se basear no "respeito absoluto à independência, soberania e integridade territorial" deste país.

Os aliados destacaram seu apoio a Tbilisi e decidiram estabelecer uma comissão Otan-Geórgia responsável de supervisionar o processo iniciado na cúpula de Bucareste diante da futura adesão do país à organização. EFE epn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG