Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Otan e Rússia não se reunirão hoje para analisar situação na Ossétia do Sul

Bruxelas, 12 ago (EFE).- A reunião extraordinária do Conselho consultivo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) com a Rússia solicitada por Moscou sobre o conflito da Ossétia do Sul não acontecerá hoje, informou à Agência Efe o porta-voz da representação permanente russa diante da Aliança Atlântica.

EFE |

O embaixador russo na Otan, Dmitri Rogozin, pediu nesta segunda-feira aos aliados uma reunião para explicar a atuação russa na Geórgia, e deixou claro que a Otan não deveria tomar nenhuma decisão sem saber o ponto de vista do Kremlin.

Segundo fontes da Aliança, durante a tarde de ontem já tinham começado os preparativos do encontro, mas, por fim, foi decidido que a reunião não acontecerá hoje.

Apesar disso, Rogozin convocou uma entrevista coletiva para as 14h30 (9h30 de Brasília) para analisar a crise da Ossétia do Sul e outros assuntos, anunciou o porta-voz.

Pelo contrário, acontecerá uma reunião extraordinária do Conselho da Otan - principal órgão de decisão da Aliança - com representantes do Governo georgiano.

No entanto, a ministra de Exteriores georgiana, Eka Tkeshelashvili, que lideraria a representação georgiana, não poderá assistir ao encontro, "devido à crescente violência e ataques em seu país", segundo fontes próximas à delegação da Geórgia.

O responsável por transmitir aos membros da Otan o ponto de vista georgiano sobre o conflito da Ossétia do Sul e seu relato dos confrontos armados com as tropas russas será o embaixador perante a organização, Revaz Beshidze. EFE ++mvs++-++epn++/pq POL:POLÍTICA,CONFLITO DCG:é:16002000:Distúrbios e conflitos:Conflito armado

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG