Otan diz que soldados da Colômbia poderão participar da Isaf

Cracóvia (Polônia), 20 fev (EFE).- A Otan afirmou que em breve se poderá tornar realidade a participação de uma unidade do Exército colombiano na Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) do Afeganistão, uma colaboração pioneira de um país latino-americano.

EFE |

A vice-porta-voz da Otan, Carmen Romero, confirmou à Agência Efe que neste momento está terminando o estudo de modalidades de depósito compulsório da unidade colombiana, de cerca de 150 soldados, que se instalaria na unidade espanhola de reconstrução provincial (PRT) de Qala i Naw, e no quartel-general de Cabul.

Isto foi explicado também à Agência Efe pela ministra de Defesa da Espanha, Carmen Chacón, que, após participar do conselho informal de ministros da Defesa aliados na Cracóvia (Polônia), expressou sua "satisfação" pelo fato de "um país amigo e irmão" como a Colômbia estar disposto a participar da missão.

"A Espanha estaria disposta a receber uma unidade do Exército colombiano nas bases de apoio de Herat, e a unidade de reconstrução provincial (PRT) de Qala i Naw", disse a ministra, que afirmou que, no entanto, "a decisão corresponde ao Governo e ao povo colombiano".

As tropas colombianas poderiam realizar tarefas como a desativação de minas e a luta contra o narcotráfico, nas quais seu país tem ampla experiência.

Um grupo de oficiais colombianos já viajou para o Afeganistão para estudar a situação. EFE met/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG