Otan diz que enviará navios militares para combater piratas na Somália

Budapeste, 9 out (EFE) - O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jaap de Hoop Scheffer, assegurou hoje em Budapeste que em pouco tempo chegarão navios militares às costas da Somália para combater os piratas que, nos últimos dias, intensificaram seus ataques.

EFE |

Em cooperação com a União Européia (UE), a Otan fará de tudo para lutar contra as ações dos piratas, disse De Hoop Scheffer em entrevista coletiva por ocasião da realização, na capital húngara, de uma reunião ministerial de defesa da Aliança Atlântica.

Por outro lado, falou da difícil situação no Afeganistão, onde, apesar de ter sido possível melhorar a cooperação com os poderes civis, ainda é preciso "mais direção", mas não se chegou a um acordo sobre a forma de proceder.

"Não chegamos a uma decisão" no fim do encontro dos ministros da Defesa dos 41 países-membros da Força Internacional de Assistência à Segurança no Afeganistão (Isaf), reconheceu.

Neste contexto, o secretário-geral da Otan ressaltou a questão das drogas, já que o Afeganistão continua sendo o principal produtor de ópio no mundo: "Este é um assunto complexo", disse.

O mais importante é que o Governo afegão pediu a cooperação da Otan e que está disposto a tomar as medidas necessárias para lutar contra o narcotráfico, acrescentou De Hoop Scheffer.

"Não estou satisfeito", afirmou, em referência aos assuntos relacionados à formação militar e com a falta de, por exemplo, helicópteros no Afeganistão.

Ele lembrou que este tema será abordado na reunião de sexta-feira, quando também se reunirá a Comissão OTAN-Geórgia.

Jaap de Hoop Scheffer elogiou que o povo kosovar tenha conseguido manter a tranqüilidade no país após a autoproclamação de sua independência, em 17 de fevereiro.

Em Budapeste se reúnem hoje e amanhã os representantes dos 26 países-membros da Otan e de 14 outras nações que participam de operações da Aliança. EFE mn/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG