Otan desmente planos para reduzir contingente no Kosovo

Bruxelas, 4 mar (EFE).- O porta-voz da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), James Appathurai, negou hoje que a força da Aliança no Kosofo (KFOR) vá reduzir sua presença no território em mil de seus 16 mil efetivos, como tinha anunciado o comandante da força internacional, o italiano Giuseppe Emilio Gay.

EFE |

"Não há nenhum plano nem decisão para reduzir a KFOR", desmentiu Appathurai, que lembrou que a eventual retirada de parte das tropas seria decidida "com o acordo político dos aliados" e só quando se constatasse que não prejudicaria a segurança do Kosovo.

"Esse momento ainda não chegou", disse o porta-voz.

O comandante italiano afirmou ontem, em Pristina, que a missão da Otan no Kosovo retiraria este ano mil de seus 16 mil soldados no local, diante da situação de calma.

A Otan desempenha os trabalhos de controle da segurança no Kosovo desde 1999, quando a campanha de bombardeios da Aliança expulsou as tropas sérvias da região. EFE met/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG