Otan critica futuras bases russas na Abkházia e Ossétia

Bruxelas, 4 fev (EFE).- O porta-voz da Otan, James Appathurai, reiterou hoje a profunda preocupação dos aliados com as bases que a Rússia quer instalar nas regiões separatistas georgianas da Abkházia e Ossétia do Sul.

EFE |

"Esta intenção de construir bases é uma autêntica e profunda preocupação para os aliados, porque significaria uma violação da integridade territorial da Geórgia", disse Appathurai sobre o anúncio da construção de uma base naval no porto de Ochamchira, na Abkházia, para receber navios da frota russa do Mar Negro.

Moscou também anunciou que instalará bases militares na Ossétia do Sul, região que junto à Abkházia declarou sua independência da Geórgia após o conflito territorial com os russos de agosto do ano passado.

O secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, transferirá esta preocupação ao vice-primeiro-ministro russo, Serguei Ivanov, durante a reunião que agendaram às margens da conferência de Segurança de Munique, que acontece entre 8 e 10 fevereiro.

Os planos russos também serão discutidos durante o primeiro encontro da comissão Otan-Geórgia, realizado hoje, entre os embaixadores dos 26 aliados e o ministro de Exteriores georgiano, Grigol Vashadze, o vice-primeiro-ministro, Giorgi Baramidze, e o titular da Defesa, Vasil Sikharulidze.

A situação da segurança na região também será analisada na reunião da Geórgia com os ministros da Defesa dos 26 Estados-membros da Otan em paralelo ao Conselho de Cracóvia, na Polônia, entre 19 e 20 de fevereiro. EFE met/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG