Bruxelas, 25 mai (EFE).- A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) condenou hoje fortemente os testes nuclear e de mísseis feitos pela Coreia do Norte, que qualificou de ações irresponsáveis e de um desafio a paz, segurança e estabilidade da região Ásia-Pacífico.

A Aliança Atlântica destacou também, em comunicado, que os testes "estão sendo universalmente condenados pela comunidade internacional".

Segundo os países aliados, a "ação provocativa" de Pyongyang acontece em um período em que a comunidade internacional está "debatendo seriamente importantes novos passos no controle de armas globais, no desarmamento e na não-proliferação".

Assim, "mais uma vez" a Aliança Atlântica pede às autoridades norte-coreanas que cumpram suas obrigações internacionais e que ponham em prática todas as resoluções do Conselho de Segurança da ONU relevantes.

Também solicita que a Coreia do Norte elimine suas armas nucleares e programas relacionados "de forma total, verificável e irreversível".

Igualmente, o Conselho Atlântico faz uma chamada a Pyongyang para que abra mão de qualquer outra ação que possa contribuir para "aumentar as tensões", e para que retome o diálogo.

O diálogo, que tem participação das duas Coreias, Rússia, China, Estados Unidos e Japão, começou em 2003 com o objetivo de conseguir o desarmamento da Coreia do Norte.

Por último, a Aliança Atlântica assegurou que continuará um "cuidadoso acompanhamento" da situação "com grande preocupação". EFE rja/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.