Otan ainda sem acordo quanto ao nome de futuro secretário-geral

Estrasburgo (França), 3 abr (EFE).- Os líderes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) discutiram hoje a questão da nomeação do novo secretário-geral da entidade, mas não chegaram a um acordo.

EFE |

O porta-voz oficial da Otan, James Appathurai, confirmou, após o jantar dos governantes dos 28 Estados-membros da organização, que "ainda não há um consenso" sobre o assunto.

Appathurai se mostrou convencido de que os países integrantes da Otan acabarão chegando a um consenso sobre o sucessor do holandês Jaap de Hoop Scheffer, mas não quis confirmar o nome de possíveis candidatos nem quando será a escolha.

O único aspirante que anunciou publicamente sua candidatura é o primeiro-ministro dinamarquês, Anders Fogh Rasmussen, que enfrenta a oposição do Governo turco.

Hoje cedo, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, reiterava em Londres sua oposição "pessoal" à candidatura do dinamarquês como próximo secretário-geral da Otan, horas antes do começo da cúpula do organismo em Estrasburgo.

"Minha opinião é de que sua eleição seria um acontecimento negativo", disse Erdogan à imprensa.

O chefe do Governo turco lembrou que o primeiro-ministro dinamarquês rejeitou um pedido seu de impedir a transmissão a partir da Dinamarca de uma emissora de televisão "terrorista", em referência à Roj TV, do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido na Turquia.

Rasmussen também não tinha acatado sua sugestão de reunir os embaixadores islâmicos após a polêmica pela publicação de charges do profeta Maomé em um jornal dinamarquês em setembro de 2005, o que despertou uma forte onda de indignação e protestos no mundo muçulmano, incluindo a Turquia.

Segundo Erdogan, a função do secretário-geral da Otan é trabalhar a favor da paz.

"Como se pode esperar que contribua para a paz quando não o fez no passado?", perguntou o primeiro-ministro turco.

O mandato do atual secretário-geral da entidade termina em 31 de julho. EFE jms-met/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG