Otan abre primeiro centro de coordenação entre Afeganistão e Paquistão

Bruxelas, 9 abr (EFE).- A Otan abriu na semana passada na província de Nangahar (leste do Afeganistão) o primeiro dos seis centros de coordenação das fronteiras previstos para atuar entre este país e o Paquistão, dirigidos por funcionários de ambas as nacionalidades.

EFE |

"É uma manifestação de cooperação e coordenação entre as partes", afirmou hoje em entrevista coletiva o porta-voz da Aliança, James Appathurai, ao explicar a iniciativa.

O centro, que será seguido por outros cinco nos próximos meses, tem como objetivo coordenar as operações diárias comuns e de operações concorrentes, observou o porta-voz.

Além disso, Appathurai anunciou que na próxima quarta-feira se reunirá com o secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, o novo enviado da ONU ao Afeganistão, Kai Eide.

A importância do papel do Paquistão em relação aos problemas do Afeganistão está ligada ao uso que a Al Qaeda faz do território paquistanês como campo de operações para atacar o outro lado da fronteira.

Por este motivo, durante a última cúpula da Otan, em Bucareste, os 40 estados participantes da força internacional de estabilização para o Afeganistão (Isaf), decidiram se guiar por quatro princípios, entre os quais: buscar "cooperação e compromisso crescentes com os vizinhos, especialmente o Paquistão".

Além disso, aprovaram "um compromisso firme e partilhado a longo prazo da presença no Afeganistão, o apoio a uma liderança e responsabilidade afegãos reforçados e um enfoque global por parte da comunidade internacional no qual se coordenem os esforços civis e militares. EFE met/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG