Ossétia do Sul reitera sua intenção de fazer parte da Rússia

Moscou, 11 set (EFE).- O líder da Ossétia do Sul, Eduard Kokoiti, reiterou hoje que a região, cuja independência foi reconhecida por Moscou, tem intenção de se unir à vizinha república russa da Ossétia do Norte e fazer parte da Federação Russa.

EFE |

"Passaremos a fazer parte da Federação Russa e não temos intenção de criar uma Ossétia independente", disse Kokoiti durante um encontro com os participantes do clube internacional de debate "Valdai", segundo a agência oficial russa "RIA Novosti".

Além disso, disse que cientistas políticos ocidentais garantiram o reconhecimento da independência da Ossétia do Sul só se a vizinha Ossétia do Norte se separasse da Rússia.

Por outro lado, o líder não quis responder a um jornalista estrangeiro, que perguntou a ele quanto tempo poderia se prolongar a independência da Ossétia do Sul e declarou que o mais importante para ambas as regiões é restabelecer a legitimidade histórica.

"É uma questão mais humanitária do que política", disse o líder da região, e acrescentou que a unificação da Ossétia do Sul e do Norte é a única possibilidade de se manter como grupo étnico.

"Ficaria muito contente se fizéssemos parte da Rússia", concluiu.

EFE egw/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG