Moscou, 11 mar (EFE).- O Governo da região separatista georgiana da Ossétia do Sul, reconhecida como Estado independente pela Rússia, anunciou hoje que cederá terrenos para militares russos por um prazo de 99 anos.

"A chefia de Governo da Ossétia do Sul decidiu hoje que cederá terrenos para o estabelecimento de guardas fronteiriças da Rússia na república por 99 anos", disse o presidente Eduard Kokoiti à agência de notícias russa "Interfax".

O líder separatista disse ainda que, por esse mesmo prazo, serão cedidos terrenos para as bases militares russas que serão estabelecidas na Ossétia do Sul.

"A última palavra, é claro, é do Parlamento da Ossétia do Sul", ressaltou Kokoiti.

Segundo ele, a Ossétia do Sul espera que em breve sejam assinados acordos com a Rússia para a vigilância conjunta das fronteiras com a Geórgia, assim como para o estabelecimento de bases militares russas na república. EFE bsi/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.