Ossétia do Sul anuncia 1.692 mortos em ataque georgiano

Um total de 1.692 pessoas morreram em conseqüência do ataque da Geórgia a Ossétia do Sul no início de agosto, anunciou o procurador-geral da região separatista georgiana pró-russa, de acordo com a agência de notícias russa Interfax.

AFP |

"Em 28 de agosto nossos dados registram 1.692 mortos e 1.500 feridos como conseqüência da agressão georgiana", declarou o procurador-geral Teimuraz Jugayev.

A Geórgia, por sua vez, denunciou nesta quinta-feira uma limpeza étnica quase completa das forças russas na região separatista georgiana da Ossétia do Sul, em um discurso de sua ministra das Relações Exteriores, Eka Keshelashvili, na OSCE, em Viena.

"O processo de limpeza étnica na Ossétia do Sul é quase completo", afirmou a chanceler ante o Conselho Permanente da Organização para a Segurança e a Cooperação Européia (OSCE), na capital austríaca.

A Geórgia lançou na noite de 7 de agosto uma ofensiva militar para retomar o controle desta região separatista autoproclamada independente no início dos anos 1990, o que desencadeou um contra-ataque da Rússia, que enviou tropas ao território georgiano um dia depois.

Leia também:

Leia mais sobre: Geórgia - Rússia

    Leia tudo sobre: georgia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG