Material foi encontrado no estado de Chiapas. Os peritos tentam determinar sexo, idade e causas da morte de cada um

Autoridades mexicanas encontraram 167 ossadas humanas com antiguidade de 50 anos em uma caverna no estado de Chiapas, no sudeste do México, informou nesta sexta-feira a Promotoria estadual.

A instituição detalhou em comunicado que "alguns crânios se encontram completos, enquanto outros estão fraturados, mas todos eles apresentam uma elevada sensibilidade, já que quebram facilmente ao serem tocados".

A caverna fica no rancho Nuevo Ojo de Agua, no município de Frontera Comalapa. Os peritos agora tentam "determinar o sexo, a idade e as causas da morte de cada um", acrescentou a Promotoria de Chiapas, que por enquanto não descarta nenhuma hipótese.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.